Justiça

Padre Robson de Oliveira é inocentado das acusações de lavagem de dinheiro

Decisão partiu do Tribunal de Justiça de Goiás. O julgamento ocorreu ontem, 06.
por Redação do Portal Itnet
07/10/2020 12:02h

O Tribunal de Justiça de Goiás realizou ontem, 06, o julgamento do Padre Robson de Oliveira, que estava sendo acusado do crime de lavagem de dinheiro. Por unanimidade, ele foi inocentado.

O reconhecimento da inocência do padre arquivou, portanto, a ação que o Ministério Público movia contra ele.

Foto: Afipe / Divulgação


A 1ª Câmara Criminal, que julgou o sacerdote acompanhou a decisão do desembargador Nicomedes Domingos Borges.

DEFESA:

O advogado de defesa do Padre Robson, Cléber Lopes enfatizou que o julgamento mostrou o que a defesa já dizia, que não havia crime algum.

“A decisão do tribunal reconhece o que a defesa já havia dito há algum tempo. Esperam, com isto, que o sacerdote possa ter a sua biografia restaurada”, disse.

AS ACUSAÇÕES:

As investigações da Operação Vendilhões acusavam o Padre Robson de movimentar ilegalmente cerca de R$ 2 bilhões de reais ao longo de dez anos.

O dinheiro procedia de donativos que os fiéis faziam à Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), com sede em Trindade, no estado de Goiás.

As acusações firmavam também que o padre tinha usado grande parte dos recursos para benefício próprio, como por exemplo, para a compra de fazendas e uma casa de praia.

As acusações repercutiram em toda a imprensa brasileira e foram noticiadas em grandes veículos de imprensa.

Porém, o Tribunal de Justiça julgou que não houve provas que comprovassem que houve esse desvio, portanto, Padre Robson foi inocentado.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo