Esporte

Atleta itabaianense vai defender time pernambucano em competição nacional, a Superliga C de Vôlei

Fellipe Mota joga vôlei há mais de dez anos e em 2017 foi morar no Chile, onde defendeu um time do país.
por Redação do Portal Itnet
09/10/2020 09:40h
Atualizado em 09/10/2020 09:43h

Por Taís Cristina

Quando se fala em talentos de nossa terra, no quesito esporte, um dos nomes mais lembrados é o do jovem atleta Fellipe Mota. Quem não lembra quando o Portal Itnet noticiou, em 2017, que Fellipe foi convocado para jogar voleibol em um time chileno?

Hoje falaremos novamente sobre o itabaianense! Ele foi convidado para integrar o time Nosso Clube, de Recife (PE), para a disputa da Superliga C, um importante campeonato nacional de vôlei.

Fellipe aceitou o convite e está em Recife há um mês, treinando e se preparando para a competição, que terá início no próximo dia 13, em Natal (RN).

“O convite partiu de um técnico amigo, que é o presidente do Nosso Clube. Sempre conversamos que quando eu voltasse para o Brasil seria uma honra jogar no time dele. Como por conta da pandemia, eu não voltei aceitei o convite”, conta o atleta.

O campeonato é dividido em sedes, uma delas é o Nordeste, e o melhor time da região garantirá uma das vagas para a Superliga B do ano que vem, junto com outros quatro times. O atleta itabaianense está disposto a dar o seu melhor para que o seu time (Nosso Clube) seja o melhor do Nordeste.

“Mesmo sabendo que foi um ano difícil para todos os atletas, por conta dessa pandemia, as minhas expectativas são as melhores possíveis. Espero ajudar o meu time e representar bem as minhas origens, a minha cidade e o estado de onde saí”, enfatiza Fellipe.

Ele sempre foi um apaixonado pelo vôlei e defende que as autoridades sergipanas valorizem mais as atividades esportivas, pois há muitos atletas talentosos em Sergipe, que não estão “brilhando” nas quadras por falta de oportunidades e investimentos em competições locais.

Diferente de Fellipe, muitos jovens atletas não tem a oportunidade de se deslocar para outro estado para viver o seu sonho, mas se em Sergipe houvesse ações que incentivassem isso poderia ser diferente.

A nossa equipe estará “de olho” na competição e também torcendo pelo time do nosso atleta.

“Hoje, eu só sinto gratidão no meu coração e entrego tudo sempre a Deus porque é ele o responsável pelo meu ontem, hoje e amanhã! Tenho certeza que será uma maravilhosa competição e darei meu máximo para trazer o título para a nossa cidade e espero muito ter a torcida e pensamentos positivos de todos aqueles que querem o meu bem e admiram o esporte”, conclui o atleta.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo