Policial

Três jovens eram mantidas em cárcere privado e submetidas à prostituição em Moita Bonita

A Polícia Civil recebeu a informação na semana passada e então iniciou as diligências.
por Redação do Portal Itnet
21/10/2020 07:56h
Atualizado em 21/10/2020 09:00h

Três jovens estavam sendo mantidas em cárcere privado em um estabelecimento no município de Moita Bonita. No local, elas eram submetidas à prostituição.

De acordo com informações da Polícia Civil, a denúncia foi passada por populares na semana passada e então as diligências iniciaram.

Segundo a delegada Clarissa Lobo, as três jovens não podiam sair do local, que era um bar, onde elas trabalhavam e moravam em um quartinho dos fundos, onde elas também eram obrigadas a fazer os programas com os clientes do bar.

Conforme as investigações, o estabelecimento pertencia a um casal e as meninas só poderiam sair de lá se pagassem um suposto valor que deviam, pela moradia e alimentação.

Até mesmo os celulares delas foram comprados ao casal e as jovens tinham que pagá-lo, assim como outras despesas. Ou seja, era algo impagável, visto que elas não recebiam dinheiro (o pagamento dos programas ia para o casal), e por isso seria difícil para elas conseguir sair.

No dia que a Polícia Civil foi ao bar ele não estava em funcionamento, mas um suposto gerente abriu as portas e as três jovens lá estavam.

Elas foram libertadas do cárcere privado na terça, 20, e encaminhadas à delegacia, para a adoção das medidas cabíveis.

O gerente do estabelecimento prestou depoimento informando que trabalhava no local há pouco tempo e que não estava a par do que realmente acontecia.

Segundo novos levantamentos, é possível que haja outros estabelecimentos do mesmo casal em outros municípios do estado. As investigações continuam a fim de que os responsáveis sejam punidos.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo