Policial

CASO MARCELA: homem tido como principal suspeito da morte da jovem esteve na delegacia e deu a sua versão

De acordo com a delegada, o ex-companheiro informou que não foi ele o autor do crime e que ficou sabendo por terceiros que ele era tido como o suspeito.
por Redação do Portal Itnet
11/11/2020 20:11h

A morte da jovem Marcela da Silva Santos, de 18 anos, ocorrida na tarde da terça, 10, em Itabaiana ainda é alvo de investigação da Polícia Civil, isso porque o homem tido como principal suspeito do crime, o ex-marido de Marcela esteve na delegacia na manhã de hoje, 11, e em depoimento disse que não teve nada a ver com o caso.

Foto: redes sociais


O Portal Itnet, assim como os outros veículos de imprensa da região noticiou o crime de Marcela como Feminicídio, visto que as informações colhidas pela Polícia Militar no local e passadas à imprensa davam conta de que o principal suspeito era o ex-marido da jovem.

Porém houve uma reviravolta neste caso, já que a delegada Josefa Valéria, do Departamento de Apoio aos Grupos Vulneráveis (DAGV), da Delegacia Regional de Itabaiana informou que ele não está foragido, compareceu na delegacia e disse que não teve nada a ver com o crime.

“Ele disse que não tinha nenhum contato com Marcela e que ficou sabendo por terceiros que era tido como suspeito do crime. Além disso, ele informou onde estava na hora do fato e com quem. Já chamamos estas pessoas para darem depoimento na delegacia”, informou a delegada.

O caso continuará sob investigação da Polícia Civil, que buscará descobrir se de fato foi feminicídio (como informado inicialmente), ou se foi homicídio e quem foi o autor, para que este seja punido. Por enquanto ninguém foi preso.

O Portal Itnet seguirá acompanhando o caso e novas informações serão divulgadas assim que surgirem.

A jovem Marcela residia na casa onde ocorreu o crime, no Conjunto Luiz Conceição e deixou três filhos.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo