Saúde e Ciência

Belivaldo diz que a logística para vacinação em Sergipe está pronta e que aguarda definições do Governo Federal

“Estamos com toda a logística definida, tudo devidamente selecionado, quantidade de seringas e agulhas”, declarou o governador.
por Redação do Portal Itnet
12/01/2021 07:37h
Atualizado em 12/01/2021 07:39h

O governador Belivaldo Chagas disse que o governo do Estado está com toda a logística pronta para iniciar o Plano Estadual de Vacinação.

A informação foi reforçada durante entrevista, por telefone, a Narciso Machado, no Jornal da Fan, pela Fan FM, na manhã da última segunda-feira, 11, sobre as medidas de combate e contenção da disseminação do novo coronavírus em Sergipe. 

O Plano com detalhes a respeito do armazenamento, transporte e logística que envolve o processo de recebimento de vacinas e distribuição já está disponível no link. 

“Estamos dependendo da definição do Governo Federal, mas no que diz respeito ao Estado está tudo pronto. Estamos com a toda logística definida, tudo devidamente selecionado, quantidade de seringas e agulhas”, declarou o governador Belivaldo Chagas.  

O governador informou que na próxima terça-feira(12), será realizado uma reunião com os governadores e o Ministério da Saúde para discutir o Plano Nacional de Vacinação. “Até agora, está posto que o Sistema Único de Saúde(SUS) irá distribuir as vacinas e pelo que foi dito pelo Governo Federal, todos os estados receberão simultaneamente. Recebendo as vacinas, estamos com a logística pronta, com carros refrigerados para fazer a distribuição aos municípios. Essa semana teremos, inclusive, reuniões com os secretários municipais e prefeitos, por meio de vídeo conferencia, para fazer todo esse alinhamento”, revelou. 

Belivaldo Chagas ressaltou que estão sendo realizadas capacitações, por meio da Funesa, aos profissionais de saúde sobre toda logística.

“Nós temos um plano explicando tudo o que pode ser feito. Agora, estamos dependendo da quantidade de vacinas e qual tipo será encaminhado”, disse o governador, salientando que a vacinação será segmentada por meio de grupos prioritários, envolvendo a distribuição em locais estratégicos e levando em consideração as necessidades dos cidadãos.

Divulgação / Agência Brasil

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo