Nossa Senhora da Glória poderá ter duas feiras semanais

Nova feira está sendo estudada e deverá ser na quarta-feira.


Que a cidade de Nossa Senhora da Glória está em franco crescimento, ninguém duvida. Várias empresas do estado, e até nacionais, estão à procura do município, devido ao grande processo econômico que tem se direcionado para a região. Indústrias leiteiras, várias fábricas e diversos empreendimentos foram construídos e alavancam o progresso da cidade.

No entanto, recentemente o comércio local começou um novo debate: a criação de uma nova feira livre nos dias de quarta-feira. Essa novidade dividiu opiniões entre a classe política e o comércio local. A nova feira seria implementada todas as semanas e teria o objetivo de alavancar ainda mais a força comercial da região, porém, algumas pessoas questionam a certeza de que isso seria importante ou apenas atrapalharia o que hoje existe.

Para ajudar nos esclarecimentos dos fatos o Portal Itnet foi buscar na história de Itabaiana o surgimento da feira da quarta-feira, que foi aprovada em 1o de julho de 1952, pelo então prefeito Euclides Paes Mendonça. Como um grande visionário de sua época, propôs em lei que fosse criada uma nova feira nos dias de quarta-feira, e que ela teria um aspecto temporário, uma espécie de teste, e que os feirantes, durante esse período estariam isentos de impostos ou tributos municipais.

O surgimento dessa nova feira foi, para muitos, uma das maiores conquistas comerciais da região. Segundo o historiador de Itabaiana José Almeida, "não se tem dúvida de que a feira de quarta-feira teve grande importância em nossa cidade, isso não afirma o mesmo sucesso em todas as cidades, mas oferece uma garantia histórica".

Esse debate tem sido levantado pela CDL de Glória em parceria com alguns órgãos e comerciantes locais, e deverá receber o apoio do CDL estadual, que está analisando a proposta e deverá conceder seu parecer em breve. Segundo Edivaldo Cunha, presidente da CDL de Itabaiana, "uma nova feira na cidade quer dizer um aumento do fluxo de pessoas no município, e como consequência disso, o crescimento nas vendas, e na geração de impostos, ou seja, importante para todos".

Veja a lei, dos arquivos de José Almeida, que tramitou na câmara de Vereadores de Itabaiana em 10952.

"Lei n║ 74 - De 10 de julho de 1952.Cria uma feira livre.O PREFEITO MUNICIPAL DE ITABAIANA:

Faço saber que a Câmara de Vereadores do Município de Itabaiana, decretou e eu sanciono a seguinte Lei:Art. 1║ - Fica criado uma feira livre, nos dias de 4¬ feira, no Largo Santo Antônio, das 6 αs 12 horas.Art. 2║ - Ficam isentos de impostos, taxas e licenças todos que expuserem os seus produtos α venda no referido dia.Art. 3║ - Fica determinado que a vigência da feira livre será até a ultima quarta-feira do mês de dezembro do corrente ano.Art. 4║ - A partir do dia 1║ de janeiro de 1953, passará o Município a cobrar todos os impostos, taxas e licenças.Art. 5║ - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogam-se as

Disposições em contrário.Gabinete do Prefeito de Itabaiana, 10 de julho de 1952.Euclides Paes Mendonça - PrefeitoTênisson Melo de Oliveira - Secretário

Por Jamyson Machado - Cientista Social.


Endereço da página:

https://itnet.com.br/noticia/20891/nossa-senhora-da-gl-ria-poder-ter-duas-feiras-semanais

 

 

Imagens no texto:


Acessado em 19/10/2019 02:29:58

Copyright Itnet - O Portal do Dia a Dia. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicaçao, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Itnet - O Portal do Dia a Dia.