Justiça condena a 17 anos de prisão jovem acusado de matar professor de Educação Física natural de Frei Paulo

O crime aconteceu em fevereiro de 2016, na capital sergipana e repercutiu em todo o estado.


A Justiça condenou na última sexta, 11, a uma pena de 17 anos de prisão em regime fechado o jovem José Yuri Souza Cruz, de 21 anos, acusado da morte de Filadelfo Brandão de Santana, de 44 anos, professor de Educação Física natural de Frei Paulo.

Jovem Yuri, condenado. Foto: Gilson de Oliveira


O crime aconteceu em fevereiro de 2016, na capital sergipana. José Yuri foi condenado por homicídio triplamente qualificado. A sentença foi proferida pelo juíz da 5ª Vara Criminal, no Fórum Gumersindo Bessa, também na capital.

José Yuri disse que cometeu o crime porque descobriu que Filadelfo mantinha um relacionamento amoroso com sua companheira, mas, a Justiça não considerou essas circunstâncias.

O professor de Educação Física era natural de Mocambo, povoado de Frei Paulo e foi morto dentro do seu veículo. Ele possuía uma academia de ginástica em sua terra natal e era bastante conhecido na região. À época, o crime repercutiu bastante.

 Professor Filadelfio. Foto: Arquivo/Itnet

Endereço da página:

https://itnet.com.br/noticia/37671/justica-condena-a-17-anos-de-prisao-jovem-acusado-de-matar-professor-de-educacao-fisica-natural-de-frei-paulo

 

 

Imagens no texto:


Acessado em 22/10/2019 00:36:55

Copyright Itnet - O Portal do Dia a Dia. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicaçao, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Itnet - O Portal do Dia a Dia.